Piuzinho: O Streamer que fez R$ 1 milhão criando série e filme no GTA RP

Piuzinho: O Streamer que fez R$ 1 milhão criando série e filme no GTA RP

Piuzinho: O Streamer que fez R$ 1 milhão criando série e filme no GTA RP – Foto reprodução: Youtube/Start

Com uma carreira de streamer que começou no Free Fire e se consolidou no GTA RP, o mineiro Ricardo Henrique “Piuzinho” Ferreira acumulou números impressionantes. Só no YouTube, são 12 milhões de inscritos e quase 1 bilhão de visualizações.

E tudo isso deve mudar logo mais: ele contou, em primeira mão a START, que está prestes a fechar um acordo com uma marca “grande”, que nunca havia se associado ao universo dos games. “Se der certo, vou ganhar um valor que nenhum outro streamer jamais ganhou”, explica.

E de ganhar dinheiro, ele entende. Piuzinho se especializou em GTA RP, uma versão modificada do jogo Grand Theft Auto em que os usuários podem simular diferentes personagens e encenar histórias.

Foi a válvula de escape perfeita para sua criatividade. Ele já lançou um filme inteiro rodado dentro do jogo, além de um álbum de músicas e um seriado que, para ser assistido, exigia uma espécie de assinatura – e que lhe rendeu, pelo seus cálculos, cerca de R$ 1 milhão.

Foi a válvula de escape perfeita para sua criatividade. Ele já lançou um filme inteiro rodado dentro do jogo, além de um álbum de músicas e um seriado que, para ser assistido, exigia uma espécie de assinatura – e que lhe rendeu, pelo seus cálculos, cerca de R$ 1 milhão.

Antes de migrar para o GTA RP, porém, Piuzinho se destacou no Free Fire. Chegou a ter uma parceria com a Garena, publisher do jogo, que terminou de uma maneira dolorosa. “Se houvesse um diálogo, eu ainda estaria com a Garena”, desabafa. Ele fala sobre o fim do contrato na segunda parte da entrevista, abaixo:

No cenário do Free Fire, Piuzinho se tornou um grande amigo de Cerol, pro player e fundador da Fluxo, uma das organizações mais poderosas do eSport brasileiro. E Piuzinho quase participou dela. Esse é um dos temas do terceiro vídeo, no qual ele fala também sobre as várias brigas públicas que já teve com Cerol. “É tudo na amizade”, garante. Confira:

“Minha mente não para de criar”, diz o influenciador. Na quarta parte da entrevista, ele conta como surgiram alguns de seus projetos mais ambiciosos, como o longa-metragem que ele mesmo roteirizou e gravou dentro do GTA RP, e o álbum de músicas inspirado no jogo. Como ele concilia isso com a vida em família e o bebê de dois anos? Veja abaixo:

Para finalizar, fala sobre o futuro. Confirma que está prestes a lançar seu próprio time de criadores de conteúdo, com o tal patrocínio que vai render um valor inédito até então no cenário gamer brasileiro. Mas ele também é categórico: acha que GTA RP só deve continuar como um fenômeno de audiência por, no máximo, mais um ano. “O novo cenário competitivo vai matar a essência do GTA RP”, garante. Confira:

Fonte: Start

Piuzinho: O Streamer que fez R$ 1 milhão criando série e filme no GTA RP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *